E-mail
SGC
27/01/2022 | JANEIRO ROXO: VAMOS FALAR SOBRE HANSENÍASE

Janeiro Roxo: Vamos falar sobre Hanseníase

O que é Hanseníase?

Esta doença acomete principalmente os nervos superficiais da pele e troncos nervosos periféricos (localizados na face, pescoço, terço médio do braço e abaixo do cotovelo e dos joelhos), mas também pode afetar os olhos e órgãos internos (mucosas, testículos, ossos, baço, fígado, etc.). Se não tratada na forma inicial, a doença quase sempre evolui, torna-se transmissível e pode atingir pessoas de qualquer sexo ou idade, inclusive crianças e idosos. Essa evolução ocorre, em geral, de forma lenta e progressiva, podendo levar a incapacidades físicas.

Principais Sinais e sintomas

• Manchas (esbranquiçadas, amarronzadas e avermelhadas) na pele com mudanças na sensibilidade dolorosa, térmica e tátil.
• Sensação de fisgada, choque, dormência e formigamento ao longo dos nervos dos membros.
• Perda de pelos em algumas áreas e redução da transpiração.
• Inchaço e dor nas mãos, pés e articulações.
• Dor e espessamento nos nervos periféricos.
• Redução da força muscular, sobretudo nas mãos e pés.
• Caroços no corpo.
• Pele seca.
• Olhos ressecados.
• Feridas, sangramento e ressecamento no nariz.
• Febre e mal-estar geral.

Onde se tratar

Se apresentar um ou mais desses sinais e sintomas, procure ajuda médica. O posto de saúde mais próximo de sua casa ou uma equipe de saúde da família podem lhe ajudar. Neles, é possível fazer exames e receber orientações de como se tratar. Caso tenha plano de saúde, você pode contar com o site www.encontreseumedico.com.br para encontrar um profissional, e caso deseje atendimento privado com preço acessível, pode contar com a plataforma www.cliquemedicos.com.br para adquirir sua consulta.

Precisamos falar sobre doenças negligenciadas

Infelizmente, a hanseníase é considerada assim: uma doença negligenciada (aquela que é alvo de desatenção, desconsideração, descaso, indiferença, menosprezo). O tema da campanha de 2022 é “Precisamos falar sobre Hanseníase” e o Dia Mundial de Combate e Prevenção da Hanseníase será no dia 30 de janeiro.

A Rede Universitária de Combate à Hanseníase no Distrito Federal - REDEHANS/DF - é uma rede que atua na promoção de pesquisas, orientações e disseminação de informações sobre a hanseníase, contando com diversos projetos e ações em favor desta causa.

A miss Brasil Mundo Maria Caroline Teixeira é Embaixadora Nacional da Luta contra Hanseníase e participa ativamente de atividades em favor da conscientização sobre a doença. Ela comentou para a AMHP-DF que “Infelizmente ainda há muito preconceito social sobre a doença. Eu pude perceber que esse desconhecimento não é apenas no Brasil, mas sim no mundo. É muito importante promover a conscientização sobre a hanseníase para combater a discriminação sofrida pelas pessoas afetadas. Precisamos contribuir para eliminar essa doença no Brasil, pois os índices são altos, e, para isso, acredito que uma das maiores armas é conscientizar as pessoas a respeito da doença, informando que após o início do tratamento já não há transmissão, que o diagnóstico precoce evita sequelas, e que Hanseníase tem cura.

É importante não só investimentos, mas também mais pessoas lutando por essa nobre causa”.

Fontes:

bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_pratico_hanseniase.pdf

www.sbd.org.br/janeiro-roxo/

www.facebook.com/Rede-Hans-DF-101652878899536




Para ver as notícias antigas clique aqui.

© 2022 - Direitos reservados pela Associação dos Médicos de Hospitais Privados do DF | 61 3445 6500

Powered by Upgrade Solutions